ASP .NET Core 2.1 - Implementando o Identity como uma biblioteca de UI

 Neste artigo vou mostrar como o Identity foi implementando no template de projeto da  ASP .NET Core 2.1.

      

Você acabou de atualizar a versão da sua ASP .NET Core para 2.1 e resolveu criar um projeto usando os recursos da autenticação.

A princípio nada de novo...

Abrindo o VS 2017 e criando um novo projeto teremos as seguinte operações :

  • Create New Project;
  • Visual C# -> Web -> ASP .NET Core Web Application;
  • Informe o nome TesteIdentity2.1
  • Clique em OK e a seguir selecione o template Web Application(Model-View-Controller), marque ASP .NET Core 2.1;
  • Clique em Change Authentication e marque - Individual User Account e clique em OK;

Ao clicar no botão OK você obteve o projeto criado com a estrutura de arquivos mostrada na figura abaixo à esquerda:

Estrutura da solução criada usando A ASP .NET Core 2.1 ASP .NET Core 2.0

Ao analisar a estrutura vemos que ela é diferente da criada na ASP .NET Core 2.0 cuja figura é mostrada acima à direita.

Mas o que mudou ???

Observe que não temos mais os controladores e views disponíveis com os projetos criados na ASP .NET Core 2.1.

Toda essa funcionalidade agora foi colocada em uma biblioteca de classes do Razor - um novo recurso da ASP .NET Core 2.1.

Sim,  agora as views Razor, Pages, controladores, modelos de página, componentes de Visualização e modelos de dados podem ser construídos em uma Biblioteca de Classes Razor (RCL).  O RCL pode ser empacotado e reutilizado. Os aplicativos podem incluir o RCL e substituir as views e páginas que ele contém.

Quando uma view, view parcial ou Razor Page é encontrada no aplicativo Web e na RCL, a marcação Razor (arquivo .cshtml) no aplicativo da web tem precedência.

Assim, você não precisa lidar com esse código em seu aplicativo.

Mas se não tem o código, você pode perguntar, como personalizar as visualizações ???

Continue lendo o artigo que você vai ver como fazer isso.

As mudanças da ASP .NET Core 2.1

Quando você cria um projeto usando o template padrão com autenticação o resultado final é muito diferente do obtido na versão 2.0.

Não existe mais os controladores AccountController e ManageControllers ,também não existem mais as Views para Account e Manage e as respectivas ViewModels usadas na versão anterior. Apenas o contexto do EF Core ApplicationDbContext para mapear usuários e funções para o banco de dados ainda está presente.

Temos agora uma nova pasta Areas/Identity/Pages contendo o arquivo _ViewStart.cshtml. Essa é uma configuração para as páginas de identidade provenientes da biblioteca: a parte do arquivo de layout do aplicativo ela é usada por todas as páginas do Razor na área Identity. Essa é uma maneira simples de personalizar a aparência das visualizações, ele usará o mesmo layout usado pelo aplicativo.

Abrindo o arquivo Startup vemos que ele foi simplificado e estendido para estar em conformidade com a GDPR - Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados, dando suporte a consentimento de cookies.

Brasil

Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPDP)

Em 10 de julho de 2018, o Senado Federal aprovou por unanimidade[6] o Projeto de Lei da Câmara nº 53/2018[7], criando a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPDP), o texto é inspirado na legislaçao européia (RGPD) e estabelece também que empresas que tenham como atividade centrada no tratamento sistemático de dados pessoais sejam obrigadas a ter um Encarregado pelo Tratamento de Dados Pessoais - Data Protection Officer (DPO). A Lei ainda precisa ser promulgada pela Presidência da Repúblicada e terá efeito 18 meses após a sua publicação oficial.
 

Se você procurar não vai encontrar o código para os controladores nem views de login e registro.

Mas onde esta o código ???

A implementação foi alterada da arquitetura MVC para Razor Pages. As páginas Razor são implementadas em uma biblioteca. O código-fonte está disponível no repositório de identidades do GitHub.

O novo pacote NuGet referenciado é Microsoft.AspnetCore.Identity.UI no projeto:



As Páginas Razor permitem que o código das views esteja no arquivo da view em si ou na página de código subjacente.

Caso você precise de mais personalização das páginas, você pode acessar o código-fonte no GitHub para criar suas próprias páginas ou ver quais classes CSS são usadas para customização.

Existe também uma maneira fácil no Visual Studio para personalizar as páginas. Tudo o que você precisa fazer é abrir o menu de contexto enquanto seleciona o aplicativo no Solution Explorer e selecionar o menu Add | New Scaffold Item.

A partir daí, selecione Identity para substituir as páginas de identidade.

Clicando em Add você verá a janela Add Identity exibindo as páginas de layout que você pode escolher para personalizar a sua aplicação:

Veja no exemplo acima onde selecionamos Login, Logout e Registro. Ao clicar em Add as páginas serão geradas na pasta Areas/Identity, e, você pode personalizar completamente as interfaces de usuário junto com o code-behind para a implementação.

Mas porque mudou ?

Se você quisesse aproveitar a funcionalidade de Identidade Principal do ASP.NET no seu aplicativo antes da versão 2.1, geralmente teria que tomar a decisão de adicionar suporte a ela no momento da criação do seu projeto web.

Se você quisesse adicionar o suporte ao Identity depois de ter criado a sua aplicação, normalmente, o processo seria criar um projeto Web totalmente novo com o suporte apropriado (como "Contas de usuário individuais") e depois copiar os arquivos do novo aplicativo para o aplicativo existente, e, isso não é uma solução ideal.

Com a adição do suporte a RCL - Razor Class Library, a adição do Identity a um aplicativo existente se torna muito mais fácil, pois o processo não precisa mais adicionar novos arquivos Razor ao aplicativo existente.

Concluindo , temos  na ASP.NET Core 2.1, um código mais simplificado, sem as views e controladores para autenticação. A funcionalidade padrão vem de uma biblioteca - uma biblioteca que faz uso de páginas Razor.

Caso você precise de personalização além de ter estilos diferentes para os controles HTML, é possível criar facilmente as páginas com funcionalidade code-behind usando o Visual Studio 2017 e o Scaffolding.

Na próxima parte do artigo veremos como customizar o identity na ASP .NET Core 2.1

"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."
João 3:16

Veja os Destaques e novidades do SUPER DVD Visual Basic (sempre atualizado) : clique e confira !

Quer migrar para o VB .NET ?

Quer aprender C# ??

Quer aprender os conceitos da Programação Orientada a objetos ?

Quer aprender o gerar relatórios com o ReportViewer no VS 2013 ?

  Gostou ?   Compartilhe no Facebook   Compartilhe no Twitter

Referências:


José Carlos Macoratti