Definindo banco de dados, tabelas , campos e registros.


Só para lembrar, você quer implantar um cadastro de Clientes em sua empresa e deseja armazenar as informações: Codigo, Nome , Endereço , cidade, cep , UF e Telefone para cada cliente. Então...

Podemos dizer que cada uma dessas informações serão os campos de seu arquivo de dados e, juntos, para cada cliente, irão compor o que chamamos de um registro de seu arquivo.

Logo voce terá um arquivo com 7 campos e tantos registros quantos forem os clientes que voce cadastrar.

Você deve armazenar o seu arquivo em um banco de dados, e dar um nome para ambos: para o arquivo e para o banco de dados.

Bem, vamos chamar o seu arquivo de tabela e dar a ela o nome de Clientes, e ao seu banco de dados dar o nome de Controle.Teremos então um banco de dados chamado Controle que contém uma tabela chamada Clientes que conterá as informações de todos os clientes cadastrados.

Obs:Os usuários do Clipper/Dbase, utilizam arquivos padrao dbf, e podem ficar confusos com esse conceito de banco de dados, pois o que acabamos de chamar de tabelas o Clipper/Dbase chama de banco de dados.

Nativamente o Visual Basic usa o mesmo tipo de banco de dados que o Microsoft Access , ou seja , os arquivos MDB, por isso você pode criar o seu banco de dados usando tanto o Visual Basic como o Microsoft Access.

1-Crie o seu banco de dados utilizando o Data Manager , o Visual Data Manager(VB 5.0) ou use
   o Microsoft Access e grave-o com o nome de CONTROLE.MDB.

2-Crie uma tabela com o nome de Clientes com a seguinte estrutura:
  ----------------------------------------------------
   Nome do Campo       Tipo de Dados        Tamanho
  ----------------------------------------------------
    CODIGO               LONG INTEGER(*)      03 
    NOME                  CARACTER               30
    ENDERECO            CARACTER               30
    CIDADE                CARACTER               30 
    CEP                     CARACTER               08
    UF                       CARACTER              02
    TELEFONE             CARACTER              11 
  ---------------------------------------------------- 
  (*)Como cada cliente deve ter um codigo único  garantindo assim a exata 
  identificação do mesmo (chave primária) , defina o tipo de dados para o campo código como
  LONG INTEGER , e ative o atributo Counter e a opção Required , dessa forma 
  criamos um campo do tipo contador que o próprio sistema irá controlar a cada 
  inclusão/exclusão.
   
3-Defina um índice para o campo codigo ativando as seguintes
  opções: Unique, Primary index , Required. 
  
  Isto assegura que teremos uma chave única para cada cliente cadastrado e nos fornece
  um índice que agiliza no processo de localização das informações.

4-Considerações sobre a utilização do Controle de Dados (Data Control).

Se você pensa em utilizar o Controle de Dados em aplicações comerciais como um 
desenvolvedor, desista, o Controle de dados apresenta muitas limitações que somente
usando a DAO ou SQL você irá conseguir contornar.

Embora ele tenha sido aperfeiçoado a partir da versão 4.0 do VB , não é a ferramenta
ideal para aplicações profissionais. 

Se você pretende criar somente uma entrada de dados em ambiente monousuário , use o
Data Control, será mais rápido e fácil desenvolver o projeto.Mas para um ambiente
multiusuário com grande tráfego de informações o desempenho será afetado , e quanto
mais dados você tratar mais problemas você terá.

Básico !!! Até o próximo artigo ... 

Retorna